MENINAS,



SEJAM BEM VINDAS!

ESSE BLOG TEM POR OBJETIVO O INCENTIVO Á LEITURA, ONDE NOS TRANSPORTA POR MUNDOS DIFERENTES.

NOSSO COMPROMISSO É SEMPRE MANTÊ-LO ATUALIZADO!

A MARCA DESSE BLOG É NÃO FICAR CAÇANDO AS SÉRIES, POIS TODAS FICAM NA MESMA POSTAGEM, E TÃO LOGO SÃO ATUALIZADAS, SÃO COLOCADAS NA PRIMEIRA PÁGINA DO BLOG.


UM GRANDE BEIJO


LETÍCIA



DEDETIZADORA CAMPINAS E REGIÃO

FALAR COMIGO

14 de dezembro de 2015

SÉRIE ONE WEEK GIRLFRIEND


LIVROS
.................................................................................................................................................


One Week Girlfriend - livro 1

Temporária. É a única palavra que melhor descreve a minha vida nos últimos anos. Eu trabalho em um emprego temporário até que eu possa finalmente me libertar. Eu sou a mãe temporária do meu irmãozinho, porque a nossa mãe não dá a mínima para nenhum de nós. E eu sou aquela garota temporária com quem todos os caras querem ficar porque eu dou-lhes o que querem facilmente. De acordo com os rumores, pelo menos. Mas agora eu sou a namorada temporária de Drew Callahan, lenda do futebol do Colégio, e tudo ao seu redor é dourado. Ele é bonito, doce e esconde mais segredos que eu. Ele me trouxe para esta vida falsa onde todos parecem odiar-me. E todo mundo parece querer algo dele. A única coisa que ele parece querer é... A mim. Eu não sei mais em que acreditar. Tudo que eu sei é que eu acho que Drew precisa de mim. E eu quero estar lá para ele. Para sempre.



RESENHA: ONE WEEK GIRLFRIEND (ONE WEEK GIRLFRIEND, BOOK 1) - MONICA MURPHY


Temporária. É a única palavra que melhor descreve a minha vida nos últimos anos. Eu trabalho em um emprego temporário até que eu possa finalmente me libertar. Eu sou a mãe temporária do meu irmãozinho, porque a nossa mãe não dá a mínima para nenhum de nós. E eu sou aquela garota temporária com quem todos os caras querem ficar porque eu dou-lhes o que querem facilmente. De acordo com os rumores, pelo menos. Mas agora eu sou a namorada temporária de Drew Callahan, lenda do futebol do Colégio, e tudo ao seu redor é dourado. Ele é bonito, doce e esconde mais segredos que eu. Ele me trouxe para esta vida falsa onde todos parecem odiar-me. E todo mundo parece querer algo dele. A única coisa que ele parece querer é...
A mim.
Eu não sei mais em que acreditar. Tudo que eu sei é que eu acho que Drew precisa de mim. E eu quero estar lá para ele.
Para sempre.
A historia começa com apresentação de Fable, uma garota jovem, mas já carrega em suas costas o árduo dever de cuidar de casa, pagar as contas e criar seu irmão já que sua mãe perdedora não liga para eles, apenas tem em mente bebedeira, namorados idiotas e agir como uma adolescente, coisas que ela não é mais. Apesar de ser uma garota responsável, Fable já tomou algumas decisões erradas que lhe deram a fama de “garota fácil”, porém diferentemente de muitas garotas Fable não se importa com o que dizem ao seu respeito, afinal de contas, ela sabe que muitas daquelas histórias são mentirosas e apenas aquilo bastava, ela tinha sua consciência limpa. Em uma noite, quando ela esta saindo de seu trabalho ela se depara com Drew. Drew é aquele personagem que você se apaixona de cara. Ele é famoso na faculdade por ser um jogador maravilhoso. E um cara que não é conhecido por andar com garotas. Muitos acreditavam que ele não adapto ao sexo feminino. Mas isso não vem ao caso. Nessa noite Drew consegue a atenção de Fable no momento em que lhe diz que lhe pagará 3 mil dólares se ela fingir ser sua namorada por apenas uma semana, mais precisamente, enquanto ele vai passar o feriado com sua família. Então, sem pensar muito e necessitando do dinheiro, Fable acaba fechando o acordo, sem saber que aquele passo que estava dando acabaria a levando para o mundo sombrio, cheio de culpa e dor ao qual Drew tem que conviver diariamente.
No começo o livro demorou um pouco a pegar, mas depois com o decorrer da trama fui sendo sugada para a curiosidade de descobrir o passado que Drew tão arduamente tentava esconder. “One Week Girlfriend” tem um enredo gostoso de ler e por trás de todo romance e todos os medos enfrentados pelos personagens há uma mensagem muito importante, apenas não irei revela-la porque se não contarei sobre todo o mistério que envolve este primeiro volume.
A Autora soube inovar no romance, quando você pensa é agora, acontece “daquele” mistério rondar o Drew e dar passos para trás no romance em que Fable tenta de todas as maneiras conquistar. Outro ponto positivo a escrita da autora que ele é direta, sem muito lengalenga e palavras difíceis, uma leitura inovadora e diferenciada, bem ao paladar de nós leitores, que gostamos de escrita leves.
E se não bastasse para arrebatar a historia a autora daquele final, que você fica totalmente boquiaberta e desejando desesperadamente a continuação do livro.
Pessoal leiam este livro, mesmo ele sendo do gênero new adult que trás sempre- ou quase – sempre a mesmice .Você ira se surpreender. Isso lhes garanto.
O livro já tem continuação: Second Chance Boyfriend


.................................................................................................................................................


Second Chance Boyfriend - livro 2

Perdido... A única palavra que melhor pode descrever minha vida neste momento. Perdi os últimos jogos da temporada e minha equipe e meu treinador me culparam. Eu perdi os dois últimos meses, porque eu me afoguei em meu próprio desespero como perdedor completo. E eu perdi a única garota que se importou, porque eu estava com medo de que estar comigo fosse destruí-la. Mas agora eu percebo o quão verdadeiramente perdido eu estou sem ela. Ela tornou-se a minha história... E mesmo que ela aja como se estivesse seguindo em frente, eu sei que ainda pensa em mim tanto quanto eu penso nela. Ela é linda, doce e tão malditamente vulnerável, que tudo o que eu quero fazer é ajudá-la. Estar lá para ela. Amá-la... Se eu pudesse convencer Fable a me dar uma segunda chance, então eu não me sentiria mais tão perdido, e nem ela seria. Nós poderíamos ficar juntos. Para sempre. (Créditos no ebook).
...

THREE BROKEN PROMISES
.................................................................................................................................................

Não quero deixá-la ir.
Ela vai me deixar e não suporto a ideia. Eu já estava passando por uma vida, confiante com o
fato de que ela está sempre lá. Trabalhando comigo, vivendo comigo, falando comigo, rindo
comigo e às vezes, naqueles raros momentos nunca discutimos, tarde, tarde da noite quando
nós estamos todos em paz, chorando comigo.
Deitada na minha cama, me enrolado como uma videira, envolvendo em torno de um trellis. As
mãos no meu cabelo e sua respiração no meu pescoço, fazendo eu me sentir tão viva que eu
quero dizer a ela como me sinto. Diga a ela que ela me faz sentir.
Mas nunca tive a coragem de confessar.
Agora, ela está saindo. Quer a sua liberdade, ela afirma. Como se eu aturei ela para baixo,
segurando ela de volta. Estou ofendido, quando eu sei que não deveria ser. Ela não é ingrata.
Ela agradece tudo o que eu fiz por ela. E eu fiz muito — provavelmente muito.
Culpa que corrói por dentro. Comecei a fazer tudo por ela fora esse sentimento de culpa. Na
verdade, é minha culpa que ela deixou a família dela. Minha culpa que ela acabou tudo sozinho,
nela própria, lutando para não torná-lo, sujeitando-se às coisas nenhuma mulher deve fazer.
Até eu voltar à sua vida como uma espécie de príncipe encantado em meu cavalo poderoso,
salvá-la de um mundo de merda.
Com o tempo, a culpa eu senti lentamente mas certamente se transformou em outra coisa.
Algo real.
Eu tenho que ser honesto e dizer-lhe como me sinto. Eu preciso dela. Desesperadamente.
Perdê-la seria como perder uma parte de mim. Não posso arriscar. Eu acho que... puta que
pariu, eu tenho certeza que eu sou apaixonado por ela.
Mas eu sou o último cara que ela deveria estar com. Eu tenho esta forma de arruinar aqueles
que estou mais próximo. De jeito nenhum eu poderia fazer isso com ela.
Não posso deixá-la sair de mim, também.


Próximo Lançamento


Nenhum comentário:

Postar um comentário